sábado, junho 14, 2008

SALVEM O LARGO DO RATO

Caros amigos e amigas

Há um novo projecto para o Largo do Rato, que já vem do mandato de Santana Lopes e que, segundo parece, pouco falta, para que tenha aprovação para o começo das obras:

O que é actualmente assim:


Foto retirada do blog Lesma Morta

De acordo com esse projecto e segundo uma fotomontagem do EXPRESSO ficará assim;




Já tinha ouvido falar nesta questão, mas depois de ler o post do BLOG Lesma Morta
http://lesmamorta.blogspot.com/2008/02/fotomontagem-expresso-respeitando-as.html

fiquei perplexo com a enormidade que alguém pensou fazer naquele largo de Lisboa.


Na minha modesta opinião, aquele local deveria ser mantido, tal como está!


As opiniões que são atribuídas ao actual responsável do urbanismo, arquitecto Manuel Salgado, no entanto, deixam-me bastante preocupado, pela compreensão que mostra por este projecto.


Seria bom que se começasse a pensar que a cidade é de todos nós e não pode apenas ser objecto de decisão por técnicos camarários, ainda que sejam pessoas com bom nome na praça!


Em meu entender, se querem construir aquele edifício deveriam escolher um outro local onde se harmonizasse com o que já está construído!


No blog acima referido encontra-se uma petição on-line:

http://www.petitiononline.com/lgrato/petition.html

Face a esta ameaça contra a cidade de Lisboa, peço a todos os visitantes deste modesto espaço, que deêm a conhecer este caso e esta petição.


Todas as vozes são importantes para que se mostre aos responsáveis autarquicos, que os cidadãos estão atentos e não pactuam com loucuras destas.


Termino dizendo que em meu entender alguém com o mínimo sentido de responsabilidade e AMOR pela cidade deveria de imediato chumbar projectos destes, aquando da sua apresentação.... E estranho muito que uma cidade como Lisboa, não possua regras e regulamentos que impeçam este tipo de ofensas à cidade!

Repito pois o meu apelo a todos os amigos e amigas que possuem espaços bloguisticos e que visitam este modesto local.

Por favor divulguem este caso e esta petição, para que o movimento de opinião pública que se formar tenha a força suficiente para impedir mais esta monstruosidade que se prepara para a nossa Capital.

20 comentários:

  1. Já está assinada a petição e não me alongo mais...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Amigo, que é isto que querem fazer na zona histórica da cidade? Um paralelipípedo gigante que vai afogar o espaço em betão, cimento, tijolos...
    Meu Deus, numa cidade tão grande não poderiam usar a criatividade noutro local? Estou contigo!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. diz_traído9:23 da tarde

    Li o artigo e fico na dúvida se o projecto já se encontra aprovado ou não.
    Ambas as possibilidades suscitam-me algumas questões.
    Na eventualidade do projecto já estar aprovado e apenas aguardar autorização para o início das obras, acho que face à grosseria deste projecto seria conveniente investigar os contornos desta aprovação.
    Se o projecto ainda aguarda aprovação, não deixa de ser curioso que um dos co-autores do projecto seja o proprietário dos terrenos onde se pretende erguer a obra e tenha pertencido à comissão de honra apoiante de António Costa à Câmara de Lisboa (e será também este Diogo Vaz Guedes o antigo director executivo da Somague?!?).
    Também não deixa de ser curioso que, estando a petição on-line desde praticamete o início de Março, menos de duas centenas tenham-na subscrito!… Falta de informação ou falta de interesse?!?

    Ressalva no meio disto tudo, um aspecto. Fico com a ideia que quem governa (ou governou) Lisboa, não gosta dela. Se gostasse(m), projectos destes nunca teriam saído do papel!!! Ou então, não gosta(m) a ponto de querer(em) encher esta cidade de prédios “modernos”… ou encher outra coisa!....

    ResponderEliminar
  4. Bem estou a saber agora e estou aqui de boca aberta com o que acabei de saber :-(

    Enfim mau de mais para ser verdade e vou já assinar essa petição.

    Cumprimentos,
    Nuno de Sousa

    ResponderEliminar
  5. Acabo de saber. Uma enormidade.
    Vou assinar e divulgar.
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. As regras que orientam estas decisões não são o amor à cidade e ao seu património arquitectónico, mas sim as regras do lucro rápido e chorudo de quem detem o poder e abusa dele!
    Vergonha.
    Assinarei, sim

    ResponderEliminar
  7. Não defendendo a decripitude da cidade aposto na manutenção dos edifícios que representam cada época e que,por isso, devem ser conservados ou reconstruídos dentro do mesmo traçado arquitectónico.
    Continua na senda em que apostaste.
    Bjo

    ResponderEliminar
  8. Boa noite.
    Começo por dizer q ainda não tomei posição sobre o assunto…
    No entanto… pensem comigo.
    Ontem fui à zona da Bica / Conde Barão, aos Sts. Populares.
    O que vi?...
    Paredes sujas; edifícios velhos; edifícios com falta de manutenção; edifícios entaipados; edifícios em ruína;
    UM NOJO.
    Pergunto?...
    Se não conseguem resolver estes assuntos...
    Porque não mandar tudo a baixo? Fazer de novo, moderno, futurista? Hoje tudo parece horrível, mas acredito que em 2239 Lisboa pode ser uma cidade moderna, com sentido e esteticamente bonita e de referencia.
    Devo acrescentar que se me pedirem para lançar a primeira bomba atómica em Lisboa eu lanço.
    Eu carrego no botão sem hesitar.
    Querem saber onde coloco a primeira?
    Na Av. Almirante Reis.
    Do Cinema Império à Praça da Figueira, nada fica com vestígios da mão humana.
    Em seguida que venham os Salgado’s; os Sisa’s; os Calatrava’s; Gueri’s; os Koolhaas’s; os Libeskind’s.
    Eu não me importo de começar de novo.
    Se não os pedes vencer junta-te a eles.

    NAUMON
    P.S. calma, calma… eu vou assinar a petição.
    Nem que seja pela discussão que possa vir dai.

    ResponderEliminar
  9. Após várias tentativas minhas e do Jorge (Lesma Morta), para divulgar na comunicação social a petição, chegámos á conclusão que a situação parecia já um pouco "controlada"; a verdade é que não se conseguiu o impacto pretendido.
    Ficámos com a mesma sensação que teve o D Quixore de la Mancha quando lutou contra os moínhos de vento...
    Não pretendo ficar com os louros de nada; apenas me move o amor que tenho pela minha cidade e por isso, outros que dêm a cara publicamente, mas vós, filhos de Lisboa, ajudem nesta causa na medida das vossas possibilidades.
    Bem hajam.

    ResponderEliminar
  10. Genial Amigo:
    Como já lhe expressei em dada altura, não habito Lisboa, nem já lá vou há imenso tempo, mas acredito no seu bom gosto, "amor" pela harmonia dos espaços e dedicação sensata e de enorme capacidade analítica e sóbria para o que de melhor deseja para a sua linda cidade.
    Faz críticas construtivas, inovadoras e sensatas e fundamenta-as com sensatez.
    Perfeito, amigo. É o que basta ser.
    Devê-lo-iam ter sempre em conta, bem como às suas intenções de bem-estar urbanístico.
    Parabéns sinceros pela pessoa que é.
    Abraço forte de amizade com estima
    Sempre a nutrir por si grandiosa admiração.
    O AMIGO


    pena

    ResponderEliminar
  11. Caro Com Senso
    Ultimamente não tenho vindo aqui com a regularidade que gostaria e que o blog merece.
    Tenho andado com um pequeno problema de saúde que me condiciona o tempo frente ao PC. Aliás, o problema não é a saúde, é o tratamento -:))). Um antibiótico que estou a tomar provoca tonturas, náuseas... etc,. etc., vãrias coisas muito simpáticas!!!
    Como vou de férias no próximo dia 22, preciso fazer estes sacrifícios para ir em forma.
    Assinei a petição, claro!
    Alguém, em seu perfeito juízo, concordaria com um mamarracho de cimento no lugar dum prédio tão bonito???
    O comentador Naumon diz que "deitar tudo abaixo...construir de novo...em 2239(!!!) Lisboa pode ser uma cidade moderna..."
    Mas ainda faltam 231 anos! Será que ele tem esperança de viver até lá???
    De qualquer forma, as modernices de hoje, nessa altura estarão obsoletas. E aí, toca a deitar tudo abaxo e construir de acordo com as "modernices" dessa altura.
    Que não me leve a mal o comentador citado. Isto é apenas uma brincadeira. De modo algum quero que a considere ofensiva. Porque NÃO é essa a intenção.
    Voltarei ainda, antes das férias.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  12. Tanto do ponto de vista visual como cultural, acredito que a melhor opção seria restaurá-lo, deixando-o exatamente como se encontra. É um bonito largo.
    Saudações do condado!
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  13. É incrível o que "certas cabecinhas" continuam a imaginar!
    Como é possível que no Largo do Rato, com edifícios tão característicos, não se preservem estes e se queira construir uma “coisa” que me deixou em estado de choque!
    Vou divulgar!
    Obrigada por dar a conhecer estas barbáries!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  14. Já deixei comentário. Agora venho apenas deixar um beijinho de despedida, já que vou amanhã de férias, por 2 semanas.
    Amanhã publicarei um post, o último desta fase.
    Se quiser e puder...vá lá ver.
    Quando regressar farei uma visita
    Tudo de bom.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  15. De férias?
    Talvez!
    A ausência cheira a saudade.

    Bjos

    ResponderEliminar
  16. Salvé!
    Também nasci,cresci, estudei, trabalhei...tudo em lisboa...isto é que é fidelidade, hum....
    Mas há 4 anos mudei-me para Sintra - orla litoral - e ignorava de todo...este feito;
    embora não seja bairrista, penso que se deve dar uma ajuda significativa áqueles que continuam a ter mau gosto e teimam em não olhar para o que devem...nomeadamente habitações condignas aos pobres dos anciãos que trabalharam a vida inteira e muitos não conseguem suportar as despesas e preferem dormir num banco de jardim, porque família nestes casos e outros tem mais que fazer - nomeadamente trabalhar, para continuar a ter o mesmo nível de vida ou superior até - mesmo que individada. E por isso mesmo, se escusem ou sequer se lembrem que têm familiares a viver em condições primárias. São os sinais dos tempos, onde o TGV, está á porta e as discussões da nova ponte, para o novo aeroporto. É tudo em novo e em grande! - para um país, que, cada vez mais está na cauda da Europa...
    Isto chega a roçar as raias da insensibilidade e cegueira - para não ser mais agreste.
    Fazer o quê? Estamos num país de doutores e de artistas....sobretudo de imitação.
    Fique bem...
    E, se passar pelo meu blog, por favor assine também a petição que por lá se encontra, mas desta feita, para o bem comum, global!
    Mariz

    ESPAVO! - como em MU(Lemúria)

    ResponderEliminar
  17. A saber:
    O que deixei escrito, não foi de todo uma crítica para si, mas sim um desabafo - que até nem é muito o meu costume....

    Mariz

    Fique bem

    ResponderEliminar
  18. pois que gozes umas merecidas e desejadas férias. eu por cá continuarei com um certo olhar até partir também rumo ao mar. Onde, é que ainda não sei mas a poesia de Teresa horta e de outros(as) irá dando nas vistas.Tanto quanto possível.
    Um certo olhar

    bjos

    ResponderEliminar
  19. Com o apoio do Forum Cidadania Lx, conseguiu-se passar de uma petição morta (mantinham-se as 182 assinaturas após vários meses), para as 1300 em menos de duas semanas.
    Isto é demonstrativo de que, quando nos empenhamos e não baixamos os braços, tudo se consegue.
    Bem hajam todos os que apoiam esta iniciativa.

    ResponderEliminar
  20. Como redator da petição contra a escandalosa construção do edificio no Largo do Rato, agradeço a publicação no seu blog que adorei e solicito a todos que a assinem

    Jorge Santos Silva

    ResponderEliminar